sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Estudo Bíblico - O seu machado é emprestado?

II Reis 6 : 1-7
O seu machado é emprestado?
Mas de que machado estou falando? Vamos analizar na palavra que machado é este.
Os filhos dos profetas habitavam em um lugar onde estavam de contínuo diante de Eliseu, e isto era para eles sufocante, pois sempre estavam a sombra de Eliseu, o fato de desejarem ter um lugar somente para sí, onde pudessem ter oportunidade de se expressarem, mostrava uma insatisfação na habitação em comum que tinham com Eliseu.
A fim de edificarem sua casa, desceram até o rio Jordão, fazendo questão da companhia de Eliseu para que não se caracteriza-se uma rebelião, pelo fato de estarem se apartando da habitação de Eliseu.
Ali chegando, tomaram os machados e começaram a cortar as toras, e de repente o ferro do machado se desprendeu do cabo e foi parar dentro do rio( vs 5 ). O desespero foi grande pois o machado não pertencia a quem o impunhava. Ali naquela hora eles perceberam que precisavam de Eliseu. E aprenderam que o machado tem que ser pessoal.
O machado representa a palavra, em Mateus 3:10 diz ” e também agora, o machado está posto a raiz das árvores; toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.”
Neste trecho de Mateus , bem como no trecho de II Reis 6 , o machado é o mesmo, ou seja, Cristo é o machado, nele está o poder de cortar, em João 15 há também a passagem do agricultor que também tinha a função de podar ou cortar fora os ramos que não produzissem bons frutos. Então podemos dizer que o machado é também a palavra.
Naqueles dias o machado era uma ferramenta de um certo valor, não era qualquer pessoa que dispunha de tal ferramenta, portanto era algo difícil de se obter, eis porque o machado era emprestado.
Hoje muitas pessoas querem edificar, construir, realizar grandes projetos e sonhos, mas sem irem a Cristo. Desejam que outros o façam por elas, porém, não querem fazer coisas em que sejam tomadas em desobediência, ou em pecado, diante de Deus, para tanto, tomam a palavra , ou seja, o machado emprestado.
Tomar emprestado a palavra é não ter a propriedade da palavra, é não ter o direito, ou ainda, a intimidade com Cristo. Outra passagem que vemos algo parecido, está em Atos 19 : 13-16 , onde os filhos de Ceva tentavam ganhar notoriedade expulsando espíritos demoníacos usando o nome de Cristo a quem Paulo pregava. Normalmente vemos o fim de histórias como as dos filhos de Ceva, terminarem como terminou a destes sete rapazes que queriam se apropriar de algo que não tinham direito nem sorte. A palavra é algo que precisa de busca, de intimidade, de fé, de vivência ou experiência, a fim de tê-la como parte de nós. Diferente do que alguns pensam que pagando um preço em dinheiro como o fez Simão, o encantador, em Atos 8 : 18, não é este o preço que se paga para para ter Cristo manifesto em nosss vidas. Mas sim um preço de abnegação do nosso viver em favor do viver de Cristo.
Só assim é que pode-se experimentar a Cristo de uma forma genuína, autêntica e verdadeiramente eficaz, sem os receios de perder aquilo que não é meu.
Por que ao lançar a madeira sobre o rio o machado flutuou ? O que tinha de tão especial aquele pedaço de madeira ? O que significa este ato de Eliseu ?
Quando Eliseu lança a madeira sobre o local onde o ferro do machado afundou, ele na verdade está lançando ali o “tipo” de Cristo crucificado. O pedaço de madeira lançado por Eliseu representa a Cristo; isto se dá da seguinte forma: O que Eliseu na verdade fez foi representar o sacrificio de Cristo, Eliseu ofereceu o sacrificio de Cristo na cruz ali naquele lugar onde se havia perdido o bem precioso para aquele homem. Ele ofertou a Cristo em lugar do bem perdido, tal como o fez Deus oferecendo a Cristo em nosso lugar ali na Cruz. O sacrifício de Cristo nos fez emergir das trevas onde nos encontravamos perdidos.
Encontramos no Velho Testamento muitos anúncios do que Cristo faria por nós, basta lermos trechos como este, com os olhos querendo ver Cristo. Peça ao Senhor que Ele lhe dê olhos para ver o Senhor Jesus em todos os caminhos. Garanto a você que de maneira nenhuma seu “machado” será emprestado, mas pelo contrário, será seu com propriedade.
Se aposse deste rico e valioso instrumento que é a palavra de Deus o quanto antes. Ele está a sua disposição.

2 comentários:

Miriam Oliveira disse...

A PAZ DO SENHOR PR. É UM PRAZER SEGUI-LO TB, POIS O SENHOR COMO UM HOMEM DE DEUS SEMPRE TERÁ ALGO A ACRESCENTAR EM SEU BLOG PARA O NOSSO ENGRANDECIMENTO ESPIRITUAL, FICA NA PAZ E QUE DEUS CONTINUE ABENÇOANDO O SENHOR E A VOSSA FAMÍLIA.

Pr.Gonçalves disse...

Obrigado pela visita, estimada irmã Miriam.

Que Deus te Abençoe!